top of page

Ilha do Mel

Atualizado: 24 de mai. de 2023

A Ilha do Mel é um destino belíssimo do litoral paranaense, com praias preservadas, sem ruas asfaltadas ou veículos circulando, apenas trilhas de areia. Não há iluminação noturna nas ruas e o sinal de internet só com wi-fi das pousadas (são poucos os restaurantes que oferecem senha para os clientes). Sem dúvida, o lugar perfeito para relaxar.


Quase toda a ilha é preservada, principalmente a porção norte, que é bem maior e toda com mata virgem. Mesmo nas vilas há bastante preservação, com as construções rodeadas de vegetação.


Existem três formas principais de chegar aos pontos de embarque: De carro, de trem e de ônibus e dois pontos de acesso, que são por Paranaguá ou por Pontal do Sul.


Fiz o percurso Curitiba - Pontal do Sul pela BR-277 de carro. Há vários estacionamentos com diárias em torno de R$20,00.


Terminal de Embarque Pontal do Sul

São duas opções para chegar de Pontal do Sul até a ilha (barco ou lancha). Optei pela lancha por ser mais rápido. O percurso, apesar de bater bastante, foi tranquilo e durou cerca de 10 minutos.



Ao chegar no terminal de embarque, você deve ter definido o seu destino na ilha (Encantadas ou Brasília), já que as embarcações não são as mesmas (as linhas são separadas).




Ao desembarcar na ilha, o único meio para se locomover é caminhar (caso precise há locação de carrinhos para bagagem). Grande parte da ilha é uma reserva ecológica, onde não há estradas, somente trilhas de areia entre as atrações e praias. Apenas o acesso ao farol é uma trilha pavimentada.



O acesso entre as duas vilas da ilha (Brasília e Encantadas) pode ser feito de barco. O trajeto via táxi náutico dura 15 minutos e custa R$40,00 ida e volta. As saídas acontecem de hora em hora.


A segunda opção entre as vilas é a trilha de 5 km que pode ser percorrida a pé ou de bicicleta, que podem ser alugadas nas duas vilas.


Quando ir

A Ilha do Mel com suas belezas naturais e arquitetônicas pode ser visitada em qualquer época do ano. Porém, para aproveitar as praias vá no verão, final da primavera ou começo do outono, entre novembro e março.

O clima da região é bastante chuvoso e ir no inverno (entre junho e agosto) pode ser uma boa ideia por serem os meses menos chuvosos do ano por lá.


Encantadas


O centrinho de Encantadas tem bastante opções de restaurantes e pousadas, além de barraquinhas por toda a orla. Para quem curte agito indico ficar desse lado da ilha.





A Gruta das Encantadas se localiza no sul da ilha e é o patrimônio natural mais importante da Ilha do Mel. Encravada entre rochas negras, tem cerca de 10 metros de extensão. Pode ser acessada somente durante a maré baixa, que acontece geralmente entre 8h e 13h.



Tem acesso fácil a partir do povoado de Encantadas, através de uma trilha de apenas 600 metros. Nos últimos 100 metros há uma passarela sobre as pedras que facilita o acesso. Com certeza vale a visita!




Farol das Conchas


O Farol das Conchas é um dos pontos mais visitados da Ilha do Mel. Foi erguido a mando de Dom Pedro II em 1872 para orientar os navegantes da região e observar ataques inimigos.


Farol das Conchas

É visível de vários lugares para quem chega por Nova Brasília. Não é possível entrar no farol, mas como está situado no topo do morro, em uma península da Ilha do Mel, oferece as melhores vistas da ilha.


Fica próximo da vila, a 1,5 km da área de embarque entre a praia do Farol e a Praia de Fora. A caminhada em sua maioria é por uma área plana, mas tem uma subida e uma escadaria de 150 degraus no final que leva até os pés Farol.




Para compensar, depois podemos descansar na Praia do Farol que é toda plana, ótima para tomar sol ou fazer uma caminhada!


Fortaleza


A praia da Fortaleza é a mais afastada da ilha. Para se ir caminhando de Brasília são 4km e de Encantadas quase 9km. Fui com o passeio de barco por volta de toda ilha (as agências de receptivo vão até as pousadas no horário do café da manhã e oferecem os passeios, também há guichês no terminal de embarque).


Achei a praia mais tranquila de toda ilha.


Nela está a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, construída entre 1767 e 1770 a mando de Dom José I, Rei de Portugal com o objetivo de proteger a Baía de Paranaguá.




Há vários canhões e uma trilha para o mirante. São 15 minutos de subida bem puxados, mas lá no topo há um labirinto de pedras lindo e a vista é espetacular!




Algumas dicas aos viajantes:

  • A ilha não tem farmácia. Leve seus remédios. O mesmo vale para protetor solar e repelente.

  • Você precisará repelente!!!

  • Há alguns mercadinhos e lojinhas.

  • Lanternas serão necessárias. A do celular dá conta, lembre-se de estar com ele carregado quando for sair à noite.


Com certeza a Ilha do Mel é um lugar diferente e merece ser visitado!

5 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page