top of page

Passeio de Trem para Morretes

Atualizado: 2 de mai. de 2022

O Caminho:


Fizemos o famoso percurso de trem Curitiba-Morretes, um dos passeios mais procurados por quem visita a capital paranaense.


O percurso leva em torno de 4 horas. A paisagem é deslumbrante. São mais de 70km com túneis, paredões de pedras, represas, montanhas, cachoeiras e pontes, algumas delas tão estreitas que nos dão a sensação de estarmos flutuando.


Fomos na classe turística, com valor de R$ 260,00 por pessoa, ida de trem e volta com a Van. Estão inclusos uma água ou refrigerante e uma caixinha com snacks. Optamos por não incluir o almoço.


Paisagem:


Indo de Curitiba para Morretes, além dessa imersão na natureza (mais da metade da Mata Atlântica que o Brasil ainda tem está concentrada nessa região), o passageiro aproveita uma viagem pelo Brasil dos séculos XVIII e XIX.


O que fazer em Morretes:


Ao chegar, procuramos local para almoçar. Como estava cheio devido ao feriado, todos os restaurantes serviam o combo do barreado (prato típico da região), um prato centenário de origem açoriana. Consiste, basicamente, num preparo de carne, cozida por várias horas, numa panela barreada (coberta com uma mistura de farinha e água para manter a fervura). Foram servidos também o combinado de peixes e camarões, pelo valor de R$ 80,00.


A cidade ainda preserva os casarões históricos e o clima do interior. Cercada de morros e cortada pelo rio Nhundiaquara, o melhor a se fazer em Morretes é caminhar pelo centrinho histórico, relaxar e comer as comidinhas típicas.

Morretes preserva muito da arquitetura de sua fundação, em 1733.

A cidadezinha tem várias sorveterias, muitas delas artesanais, além de feirinhas de produtos típicos onde você pode comprar cachaças, licores e doces de produtores locais.


Centrinho de Morretes

Após o almoço a Van segue para Antonina, conhecida pelo carnaval de rua, e desce na praça da igreja para fotos.



Antes do retorno a Curitiba pela Estrada da Graciosa, faz uma parada em uma fábrica de balas de banana. A volta pela Estrada da Graciosa é muito bonita e bem mais rápida. Também teve parada em um mirante com barraca de pastel.


Estrada da Graciosa

Vale a pena?


Achei muito cansativo, por ser longo e por estar muito calor. A paisagem deslumbrante vale a pena, mas se estiver de carro, a melhor opção seria ir direto pela estrada, apreciando as belas paisagens, tendo mais liberdade e tempo livre para aproveitar o passeio.


10 visualizações0 comentário
Post: Blog2 Post
bottom of page